Arquivo Mensal: Março 2016

Tsugumi (Banana Yoshimoto)

Você já se pegou pensando em algum momento que ficou no passado, mas que ainda é límpido em seu coração? Repassa a transparência tão sutil que faz tocarmos aqueles acontecimentos quase como algo material, um ornamento cuidado com zelo e dedicação.

O Planeta dos Macacos (Pierre Boulle)

Muitos já devem ter ouvido esse título, ter lido o livro em outra oportunidade (ou ainda querendo ler) ou então chegaram aqui porque o título remete ao filme feito com base na obra (refiro-me ao primeiro de todos, já que depois vieram vários remakes e reboots). Mas eu lhes pergunto: quais os aspectos trazidos pelo autor deste livro? Você, que assistiu o filme, já leu o livro? Ou então o contrário… você, que já viu o filme, leu o livro?

Bestas de Lugar Nenhum (Uzodinma Iweala)

A leitura do livro arranca uma dor pela raíz, aos poucos, como a limpeza de ervas daninhas muito pequenas em um campo gigantesco. Percebe-se a inocência de uma criança com sonhos de um futuro bom em contraste com o caos e o horror de tudo que vive.